No próximo dia 06, o advogado Bernardo Franke Dahinten completa dez anos de atividades na equipe De Rose, Martins, Marques e Vione – Advogados Associados. Assessor Jurídico do Sistema Cooperativo Unimed no Rio Grande do Sul, função que conquistou em sua militância como advogado no Escritório, em março do ano vigente, passou a integrar o Comitê Jurídico e de Regulamentação do Sistema Cooperativo Unimed.

Estudioso inquieto, Bernardo Dahinten vem se preparando ao longo da carreira com diversos estudos de especialização. Atualmente, faz Doutorado em Direito na Pontifícia Universidade Católica (PUCRS).

Através de diversas publicações, Bernardo Dahinten vem dividindo com interessados pelo assunto um arsenal de conhecimentos. Dentre dezenas de produções, destaca-se o livro “Contratos de Seguro e o Código de Defesa do Consumidor”- escrito juntamente com advogado Augusto Franke Dahinten, que também atua no escritório- em comercialização nas livrarias de todo Brasil.

Em entrevista, Bernardo Dahinten revela um pouco sobre sua vida acadêmica, a advocacia, suas principais influências e aconselha futuros profissionais de Direito, confira:

– No próximo dia 06 de abril estarás completando dez anos de trabalho no escritório. O que o escritório representa para ti em matéria de experiência e acúmulo de conhecimento? 

Bernardo:  Eu ingressei no escritório quando ainda era estagiário. Na época, não tinha quase nenhuma experiência prática na advocacia. Desde então, o escritório me possibilitou atuar em incontáveis processos judiciais e extrajudiciais, bem como de inúmeras audiências, sessões de julgamento, assembleias e reuniões de todos os tipos. Então, em termos de vivência prática na área, devo quase tudo ao escritório.

– Quais as tuas áreas de especialização?

Bernardo: Especializações formais (acadêmicas) tenho três: em Direito Empresarial, pela PUCRS; em Direito Médico, pela Escola Superior Verbo Jurídico; e em Direito dos Contratos e Responsabilidade Civil, pela Faculdade IDC. E no Mestrado, a minha pesquisa versou sobre planos de saúde e proteção dos consumidores.

– Onde e como foi tua primeira atuação como advogado?

Bernardo: Aqui no escritório De Rose. Os estágios anteriores foram em órgãos públicos (Tribunal de Justiça, Tribunal Regional Federal, Procuradoria Geral do Estado).

– No escritório, em quais áreas atua predominantemente?

Bernardo: Direito Médico, Responsabilidade Civil e Planos de Saúde.

– Quais as tuas principais influências? Tem alguém como referência profissional?

Bernardo: Os quatro sócios do escritório, especialmente os drs. Paulo Martins e Marco Túlio de Rose, são as minhas principais influências e referências profissionais no que tange à Advocacia.

– Qual o melhor conselho profissional que já te deram?

Bernardo: “Na advocacia, pode-se fazer qualquer coisa, só não pode perder prazo”.

– Cite uma premissa básica para o bom relacionamento advogado/cliente:

Bernardo: Lealdade

– Qual ou quais perspectivas vislumbra para os futuros profissionais da área do Direito? Quais os requisitos básicos para quem deseja entrar neste setor? Que conselhos daria a essas pessoas?

Bernardo: São três perguntas, então vou dividir em três respostas.

Perspectivas para os futuros profissionais: de dificuldade, pois o universo da advocacia conta com grande oferta de mão de obra e com muita competitividade, bem como frente às mudanças tecnológicas que tem ocorrido e ainda vão ocorrer nos próximos anos, não apenas, mas inclusive na advocacia. A advocacia que conhecemos já está mudando e deve mudar drasticamente em poucos anos.

Requisitos básico: não são poucos, mas vou citar apenas dois: ser resiliente e paciente.

Conselhos: estudar, se atualizar e ficar atento às mudanças.