Consumar um divórcio judicial ou efetivar um inventário online já é uma realidade nos cartórios brasileiros. Editado no dia 26 de maio de 2020, O provimento nº 100 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), permite que, por meio de videoconferências, com a mediação de um advogado, seja possível resolver de maneira virtual, contando que consensual, esses delicados atos da vida civil.

A medida representa importante inovação tecnológica no Direito das Famílias e Sucessões, áreas atendidas pelo Escritório De Rose, Martins, Marques e Vione – Advogados Associados, que já está adaptado para atender procedimentos por essa forma.

Leia o provimento na íntegra disponível em pdf: