Ocorreu, na última sexta-feira, 29/01, o primeiro acordo em sessão de mediação do projeto-piloto de conciliação em temas da saúde. A iniciativa do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – CEJUSC de Porto Alegre teve início em dezembro do ano passado. O advogado Cássio Vione, sócio do Escritório, compôs a mediação como procurador da Unimed.

Divulgação CEJUSC/POA

A pauta resolveu impasse acerca de custeio de terapias para síndrome do espectro autista, e obteve consenso entre as partes. A mediação foi conduzida pela Juíza de Direito Dulce Oppitz, coordenadora do projeto-piloto e do CEJUSC da capital gaúcha, com o auxílio da mediadora Joice Raddatz. Também participou a Gerente de Relacionamento da Unimed Ronísia Padilha.

A intenção com o CEJUSC – Saúde Pública e Suplementar é realizar ações de prevenção e desjudicialização de litígios voltadas aos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, e em atendimento ao plano de ação da Meta 9 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).