O escritório De Rose, Martins, Marques e Vione Advogados Associados defendeu com êxito a Central Unimed Nacional (CNU), junto ao Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). O processo, movido por uma beneficiária, sob alegação do seu quadro clínico, pretendia reverter a recusa de cobertura do plano de saúde para seu tratamento em domicílio, incluindo medicamentos de uso domiciliar.

A sentença proferida em primeiro grau já havia sido favorável à operadora, reconhecendo que o caso da paciente não necessitava de internação domiciliar e que o fornecimento do único medicamento de uso indispensável em domicílio não estava contemplado no contrato entre as partes.  Inconformada, a autora recorreu ao TJ-PR (apelação cível n°. 0077705.55.2016.8.16.0014), que teve o mesmo entendimento do juiz, isentando a Unimed de fornecer o medicamento, de acordo com as claúsulas contratuais. Atuaram na defesa do plano saúde os advogados Augusto Franke Dahinten e Lucas Inácio Wiederkehr.