O Tribunal de Justiça gaúcho (TJ-RS) manteve sentença favorável à Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (VTRP), em processo que discute responsabilidade por suposta recusa de atendimento médico e suposta cobrança indevida por parte de médico cooperado.

A autora da ação pretendia receber indenização por danos morais no valor de, aproximadamente, 40 mil reais.

Após extensa instrução, com direito à oitiva de diversas testemunhas, o TJ-RS entendeu, assim como o juiz de primeiro grau, que não houve qualquer falha no serviço prestado, tampouco recusa de atendimento, cobrança indevida ou dano daí decorrente. Atuaram na defesa os advogados Bernardo Franke Dahinten e Paulo Martins, do escritório De Rose, Martins, Marques e Vione Advogados Associados.