Por: Marco Túlio de Rose1
Assim, faríamos melhor em invocar juristas, políticos, filósofos e poetas para que voltem sua atenção para essa charada: como regular a propriedade de dados? Essa talvez seja a questão política mais importante de nossa era. Se não formos capazes de responder a esta pergunta logo, nosso sistema geopolítico poderá entrar em colapso.
-Yuval Harari-

A conceituada Revista “The Economist”, em maio de 2017, surpreendeu o mundo ao estampar, na sua capa, sob o título “The Most Valuable Resource”, extensa reportagem apontando os dados pessoais como sendo os principais ativos econômicos do mundo.
Exagero nenhum, aprofundada a reflexão, existia na afirmativa, como concluíram todos os que estudaram com atenção o tema. A economia que hoje já se existe e que ainda se projeta, como a fonte da riqueza maior na sociedade globalizada, é o que se passou a chamar de “data-driven economy”, ou seja, economia movida a dados.

1 Advogado, assessor jurídico da Unimed Federação/RS